Voltar

Saúde digestiva: 3 hábitos para evitar desconfortos

Saúde digestiva: 3 hábitos para evitar desconfortos

Como práticas simples podem ajudar a prevenir sintomas como azia e refluxo

Saúde digestiva: 3 hábitos para evitar desconfortos

28 Maio 2024

 

 

A saúde digestiva desempenha um papel fundamental em nosso bem-estar geral, influenciando diretamente nossa qualidade de vida. Por isso, reunimos algumas dicas para melhorar a sua rotina.

 

 

Irritações no estômago, dor de barriga frequente, mau hálito, dores no peito e na cabeça, tosse seca, asma e até lesões na pele podem ser sinais de que a digestão não anda bem.

Os sintomas mais comuns de problemas digestivos envolvem azia, refluxo, náusea, diarreia, intestino preso, empachamento e dor abdominal, e podem estar associados às seguintes condições:

 

  • Gastrite: é uma inflamação aguda ou crônica na mucosa do estômago que pode provocar dor de estômago, azia, enjoo e perda de apetite.
  • Doença do refluxo: caracterizada pelo retorno involuntário do conteúdo do estômago para o esôfago, provoca azia, sensação de queimação e até mesmo dor de garganta.
  • Doenças inflamatórias intestinais: é a inflamação do trato gastrointestinal que pode ocasionar diarreia, cólica e dor abdominal.

 

 

É importante buscar a orientação de um profissional de saúde para diagnóstico e tratamento adequados, mas a adoção de práticas simples pode melhorar a saúde digestiva e contribuir para uma vida mais equilibrada.

 

Confira a seguir!

 

     1. Fique atento ao que come

imagem de uma mulher idosa, adulta e bebe comendo mamão

Uma alimentação saudável é fundamental na hora de garantir o bom funcionamento de todo o processo de digestão. Priorize sempre o equilíbrio:

  • Faça pequenas refeições ao longo do dia para não sobrecarregar o sistema digestório.
  • Evite frituras e alimentos ultraprocessados.
  • Inclua alimentos ricos em nutrientes, que atuam na reparação da mucosa do estômago, como vitaminas A, B12, C e E, ácido fólico e zinco.
  • Consuma mamão papaia como sobremesa no almoço e/ou jantar. Ele é rico em papaína, que favorece a digestão.
  • Realize suas refeições com calma, mastigando bem os alimentos.

 

 

    2. Invista na sua hidratação

A água auxilia na digestão dos alimentos e favorece a eliminação de resíduos e toxinas do organismo. Então, procure consumir líquidos com regularidade:

  • Mantenha uma garrafa de água sempre por perto para lembrar-se de se hidratar ao longo do dia.
  • Evite a ingestão de bebidas alcoólicas e modere o consumo de café e refrigerantes.
  • Utilize aplicativos que ajudam você a lembrar de se hidratar.
  • Estabeleça metas de consumo diário para a ingestão de água.
  • Experimente adicionar sabor à água com rodelas de frutas, como morango, framboesa, e maçã ou folhas de hortelã.

 

      3. Busque reduzir os níveis de estresse

Invista em estratégias que possam promover equilíbrio emocional:

  • Pratique atividades que propiciem o relaxamento, como ioga, meditação, caminhadas na natureza ou leitura.
  • Reserve um tempo diário para cuidar de si mesmo e recarregar as energias.
  • Estabeleça limites saudáveis e aprenda a dizer "não" quando necessário.
  • Mantenha uma rotina que permita ter tempo para trabalho, descanso e lazer.
  • Priorize o sono de qualidade para manter equilibrados os níveis de hormônios ligados à saúde mental.
  • Evite se sobrecarregar com tarefas e responsabilidades, aprendendo a delegar quando possível.

Ao praticar essas dicas simples, você fortalece o sistema digestório e, de quebra, ganha em bem-estar e qualidade de vida. Que tal começar agora?

 

Continue com a gente! Leia também: O que a grávida não pode comer? E o que pode!

 

Fontes: Ministério da Saúde, Conselho Regional de Nutrição, Sociedade Brasileira de Motilidade Digestiva e Neurogastroenterologia


Agência SA 365 | Edição e Revisão: Unimed do Brasil

Revisão técnica: equipe médica da Unimed do Brasil


Média (87 Votos)
Avaliar:

COMPARTILHAR:


 

Uma publicação compartilhada por Unimed (@unimedbr) em